“Into The Light” – Holiness (Bio e Vídeo Oficial)

Holiness: qualidade à prova de comparações

Temos acompanhado nos últimos anos elogios e méritos apontados para bandas internacionais de Rock com um certo de tipo de som, uma certa pegada…um estilo que tem conquistado não apenas fãs como também admiradores mesmo entre os mais tradicionalistas em meio às fileiras dos headbangers: o Metal Gótico. Mas infelizmente muitos ainda não sabem que temos aqui no Brasil vocalistas como Stéfanie Schirmbeck à frente da banda Holiness onde todos os integrantes levam muito a sério essa proposta dentro do Rock, com paixão e profissionalismo, e não meramente um entusiasmo passageiro como acaba acontecendo com diversas bandas em diversas categorias de Rock & Metal. O som dos caras tem entre suas influências Metal MelódicoHard Rock além de naturalmente o Gothic Metal de uma maneira bastante explícita, bem estruturada, convincente e super bem executada.

Beneath The Surface

O disco de estréia chama-se Beneath The Surface (2010), foi gravado em um estúdio independente no Rio Grande do Sul e mixado no Area 51 Recording Studio na Alemanha. Ainda no Rio Grande do Sul, Aquiles Priester (batera do Hangar) aceitou o convite para ser produtor da banda, e o álbum teve ainda a participação de Fábio Laguna (tecladista também do Hangar). Nem se precisa dizer que o potencial da banda foi um dos fatores decisivos desde seu primeiros momentos, uma vez que músicos dos gabarito de Aquiles e Fábio não perderiam seu tempo com algo que pudesse não valer o esforço.

Holiness

 Além da bela voz de Stéfanie, a Holiness conta também com os bem mais que competentes Fabrício Reis (guitarra), Hércules Moreira (baixo) e Cristiano Reis (bateria) – houve ainda um outro músico dividindo as guitarras com Fabrício, de nome Luciano Dorneles que não faz mais parte da banda.

Registro aqui as minhas primeiras impressões da banda:

1 – Precisamos enaltecer algo em relação à Stéfanie: além de suas inspiradas harmonias vocais, ela não se permite prender à suavidade clichê das vozes femininas do gênero. Sabe suavizar ou encorpar sua tonalidade vocal na medida do necessário sem esbarrar em exageros, fazendo disso um recurso que certamente lhe garante presença fugindo dos estereótipos;

2 – Além das intervenções acústicas muito bem compostas, os riffs certeiros de guitarra – que aliás é muito bem timbrada – somados à pegada Hard/Heavy, mostram que Fabrício sabe dosar muito bem agressividade e melodia sem fazer disso um “furacão” totalmente sem critérios, muito pelo contrário. O cara parece ter perfeita noção dos limites até mesmo de quando poderia aloprar e correr o risco de destoar do restante, o que ao meu ver denota maturidade musical, ou seja, o instrumento deve estar a favor da música sempre;

3 – A questão da relação baixo-bateria eu normalmente não consigo fazer em separado, dissociar de uma maneira honesta, uma vez que são a cozinha da coisa toda, sustentam a todos e fazem isso melhor ainda quando são entrosados o suficiente para tanto. Cristiano consegue participar dos momentos porrada de um modo criativo e preciso, tanto quanto dos momentos suaves, sendo sutil sem desaparecer. Ainda mostra-se igualmente detalhista nesses tais momentos mais tranquilos, onde a maioria simplesmente apela para o óbvio. Hércules me deixa com a sensação de que suas as linhas de baixo são de fato uma ponte entre a parte rítmica da bateria e as harmonias vocais e de guitarra. Quando enfatizo o “de fato” é porque ele não soa como aqueles baixistas que simplesmente “estão por ali”, entendem? Ele se faz ouvir e não somente porque prestamos atenção na batida: seus graves transitam da guitarra à bateria com uma real intenção de participar de ambos e não somente replicar um ou outro intrumento.

Graças a exemplos assim, nosso país tem um permanente potencial para se colocar em pé de igualdade com praticamente qualquer banda e em qualquer variação do Rock ´N Roll. \m/

Into The Light – Holiness


Fonte: http://www.myspace.com/officialholiness

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s