Archive for the ‘Rock Brasil’ Category

Guitarrista, filho de Branco Mello dos Titãs, também toca baixo na banda Tales From The Porn Criado em 2011, o grupo paulistano Sioux 66 traz em sua bagagem o EP “Sioux 66” (2012) e os álbuns “Diante do Inferno” (2013) e “Caos” (2016), trabalhos que o colocaram em uma posição de destaque no rock pesado…

via Sioux 66: Bento Mello fala sobre a mudança de formação e novo single — Rockarama

 

Nando Reis segue tirando dúvidas e explica ainda sua posição sobre significados de suas letras.

Fonte: Nando Reis Oficial

Parte II – Nando Reis conclui a explicação sobre o All Star azul da música, conta da relação de Cássia Eller com a marca (“a Cássia usava vários All Stars, ela gostava”), como ele próprio teve seu primeiro contato com o Converse All Star (através do Jethro Tull) e encerra mostrando seu único All Star e também o presente que recebeu da família de Cássia.

Fonte: Nando Reis Oficial

Parte I – Nando Reis explica sua relação com as redes sociais, perguntas mais frequentes que costuma receber, sobre a questão da UFRJ que envolveu uma de suas letras – e também sobre a origem do famoso All Star azul, da sua música “All Star“, que ficou famosa na voz de Cássia Eller.

Fonte: Nando Reis Oficial

6ª Rebel Rebel – João Suplicy e o Rock do João no Inferno Club

6ª Rebel Rebel - João Suplicy e o Rock do João

Dia 02/07, no Inferno Club, na 6ª edição da festa Rebel Rebel.

Aproveitando uma pausa na parceria com o irmão Supla na dupla Brothers of Brazil, João apresenta o show de seu novo projeto: João Suplicy e o Rock do João. Mesclando clássicos do Rock ‘n’ Roll, de Elvis Presley a Roberto Carlos, com ótimas composições próprias, ele é acompanhado por uma autêntica e experiente banda de Rockabilly e Boogie-woogie.

Além do próprio João (vocal, guitarra e violão), a banda conta ainda com Danyael Lopes (baixo acústico e vocais), Jeff Billy (bateria e vocais) e Jorge Cirilo (saxofone e vocais).
No palco eles vão fazer aquilo que mais sabem e que fica comprovado a cada show: energizar a audiência com o que há de mais original nas raízes do espírito do Rock.
Para completar a noite da apresentação, os DJs Rodrigo Branco (Kiss FM), Cadu Pelegrini (Kiara Rocks) Sammy Glitz e Humberto Luminati vão percorrer a história do Rock ao longo das décadas.

6ª Rebel Rebel – João Suplicy e o Rock do João no Inferno Club

Promoção da Rebel Rebel

SERVIÇO
Local: Inferno Club
Endereço: Rua Augusta, 501, Consolação, São Paulo.
Tel.: (11) 3120-4140.
Data: Sábado, 02/07, a partir das 23h30.
Lista até 1h: R$ 20,00 entrada ou R$ 40,00 consumo.
Lista após 1h: R$ 25,00 entrada ou R$ 50,00 consumo.
Lista: lista@infernoclub.com.br
Sem lista: R$ 30,00 entrada ou R$ 60,00 consumo
Camarote Open Bar R$ 70,00.
Reservas para Open Bar pelo e-mail: lista@infernoclub.com.br e no assunto: Open Rebel.
Promoções
Double Vodka: 23h30 – 1h
– Double Jager: 3h – 4h
– Aniversariante da semana + acompanhante são VIPs. Levando 15 convidados pagantes, ganha uma garrafa de vodka Skyy. Envie sua lista para lista@infernoclub.com.br até as 21h.
Sorteios
– Serão sorteados uma tatuagem e CDs, ao vivo no palco, entre todos que estiverem na festa.
Atenção: É proibida a entrada de menores de 18 anos (mesmo acompanhado dos pais). Necessária a apresentação de documento oficial original e com foto recente.

Inferno Club: http://www.infernoclub.com.br/
Facebook Rebel Rebel: https://www.facebook.com/RebelRebelRockParty/
Facebook Inferno Club: https://www.facebook.com/InfernoClube/

APOIO
KISS FM – Não Deixe o Rock Sair de Você
http://www.kissfm.com.br
OUI Comunicação – Assessoria
https://www.facebook.com/ouicomunicacao
Oval Tattoos
https://www.facebook.com/oval.ganesha
Black Rock Shop – CDs, DVDs, Vinis, Camisetas
http://www.blackrock.net.br

Rebel Rebel – 5ª edição da festa que vem agitando São Paulo no Inferno Club

Famoso pelas grandes festas e por ser um legítimo representante da boemia Rock N Roll da Rua Augusta, o Inferno Club segue firme fazendo jus à fama.

The Ace Of Spades Rock Party

Rodrigo Branco no Inferno Club

Com a participação dos DJs Rodrigo Branco (Rádio Kiss FM), Humberto Luminati, Sammy Glitz, Julia Bueno e Diego Barezi, a Rebel Rebel, já em sua 5ª edição, apresenta o melhor do Rock e do Pop dos anos 80, sem deixar de lado o melhor dos anos 60, 70, 90 e atualidades.

A Rebel Rebel viaja no tempo, passando por Ramones, James Brown, Sex Pistols, Iggy Pop, Joan Jett, Amy Winehouse, The Smiths, Talking Heads, Arctic Monkeys, Joy Division, A-Ha, The Cure, AC/DC, Kiss, Madonna, REM, Duran Duran, Red Hot Chili Peppers, New Order, Guns N Roses, Kaiser Chiefs, Camisa de Vênus, The Clash, Depeche Mode, Black Keys, Capital Inicial, Bon Jovi, Blondie, Green Day, U2, Michael Jackson e, obviamente, David Bowie entre muitos outros. São mais de quatro décadas de hits que marcaram a história da música.

Nesta edição da festa, além dos grandes sets com alguns dos melhores DJs de São Paulo, o Inferno Club leva para o palco a banda Rockin Stones, prestando um sensacional tributo aos Rolling Stones.

SERVIÇO
Local: Inferno Club
Endereço: Rua Augusta, 501, Consolação, São Paulo.
Tel.: (11) 3120-4140.
Data: Sábado (04/06), a partir das 23h30.
Lista até 1h: R$ 20,00 entrada ou R$ 40,00 consumo.
Lista após 1h: R$ 25,00 entrada ou R$ 50,00 consumo. lista@infernoclub.com.br
Sem lista: R$ 30,00 entrada ou R$ 60,00 consumo
Camarote Open Bar R$ 70,00.
Reservas para Open Bar pelo e-mail: lista@infernoclub.com.br e no assunto: Open Rebel.
Apoio: Rádio Kiss FM.
Promoções
– Double Vodka: 23h30 – 1h
– Double Jäger: 3h – 4h
– Aniversariante da semana e acompanhante são VIPs, e levando 15 convidados pagantes, ainda ganha uma garrafa de vodka Skyy. Lista para lista@infernoclub.com.br até as 21h.
Atenção: É proibida a entrada de menores de 18 anos (mesmo acompanhado dos pais). Necessária a apresentação de documento oficial original e com foto recente.

Fontes e Referências: 
OUI Comunicaçãohttps://www.facebook.com/ouicomunicacao/
Rebel Rebel: https://www.facebook.com/RebelRebelRockParty
Inferno Clubhttps://www.facebook.com/InfernoClube/

The Ace Of Spades Rock Party comemora, no Inferno Club, 1 ano de Rock no coração da Rua Augusta

É curioso ver algo feito na raça, na contramão comercial de tudo, pelo mais puro e simples amor ao Rock N Roll, completar 1 ano de existência. Rodrigo Branco, o criador da festa, eu já conhecia como DJ de outras festas e locutor da Kiss FM. Conversávamos raramente pelo Facebook, uma vez ou outra pessoalmente, e percebi que ele sempre me parecia empenhado em divulgar a cultura Rock, indo além dos clichês em suas discotecagens, incentivando também bandas autorais novas do Brasil. “Até onde ele está disposto a ir com isso?” eu me perguntava. A resposta não demorou muito: The Ace Of Spades Rock Party.

The Ace Of Spades Rock Party

The Ace Of Spades Rock Party

Também tem sido uma experiência incrível acompanhar isso de perto desde o começo, ainda no Spades Café SP. Não me lembro exatamente como aconteceu, mas quando surgiu a primeira edição, no começo de 2015, publiquei o primeiro de uma série de releases sobre a festa.
Acompanhei várias edições de perto, as 10 primeiras para ser exato e depois – por questões profissionais externas, como horários em meus empregos “convencionais” – algumas soltas aqui e ali, fosse escrevendo, divulgando, fotografando ou tudo isso junto.

The Ace Of Spades Rock Party

The Ace Of Spades Rock Party

 

Vivenciar isso de perto, seja do jeito que for, é algo que eu recomendo a qualquer um que deseje trabalhar na noite ou entender um pouco da dinâmica envolvendo casas, bandas, DJs e a vida na madrugada musical, ainda mais na cena Rock. Você acompanha os bastidores de muita coisa, desde questões técnicas, pessoais, musicais até os relatos finais após cada balada, com todos os seus altos e baixos.

Uma das coisas que aprendi – e eu sei que já falei isso em outras matérias – é que, a despeito de estilos, formas de pensamento, local de origem, é normal que os envolvidos tenham algum nível de paixão por aquilo, por estar ali, discotecando, se apresentando ao vivo com sua banda ou abrindo chance para mais uma iniciativa em seus bares. Existe sim uma demanda material, mas a premissa é ter tesão por toda essa loucura.

The Ace Of Spades Rock Party

The Ace Of Spades Rock Party

Desde a primeira edição, inaugurada pelos divertido e talentoso quarteto, Reverendo Frankenstein, mais de 50 bandas honraram a festa: Estiletes, Belfast, Aletrix, SUN, Mariachiis, Asteroides Trio, The Red Lights Gang, Antioxidante, H-521, Emicaeli, Misconducters, Kamboja, Filhos de Inácio, Donalaíde, Goatlove, Achromaline, Hummo, Stand Free, Sobre Amor e Outras Coisas e outras dezenas de bandas dispostas a fazer a diferença.

Pude assistir boa parte dessas bandas ao vivo na festa e não me arrependo, muito pelo contrário: pude constatar que entre todas as variações dentro do Rock, há MUITA gente capacitada para levar o legado adiante, acreditem.

Considerações feitas, vamos ao que interessa: hoje, 11/03, a The Ace Of Spades Rock Party comemora, Inferno Club, 1 ano de existência.

A festa conta com a presença dos DJs Joe Klenner (Glam Nation), Lady Rocker (Overdose Party), Arthur Cocev (Corazones Muertos), Rodrigo Branco (Kiss FM) e teremos 4 das bandas que fizeram parte da história da The Ace Of Spades Rock Party. Como se não fosse o bastante, vai rolar a participação mais que especial de Dean Jones, vocalista da banda inglesa Extreme Noise Terror, que vai fazer uma jam session com a Corazones MuertosO palco fica assim:

Reverendo Frankenstein – Adoro o som desses caras. Sabe quando uma banda claramente se prepara para o seu público nos mínimos detalhes? Trajados em suas roupas de padre (sim, você leu certo), com uma marcante presença de palco, carisma e bom humor, eles misturam Rockabilly, Surf Music e Punk Rock para dar vida a um Psychobilly divertido e empolgante. Conhecia pouca coisa antes de ver o primeiro show, há mais de 1 ano, mas depois disso, virei fã.

Sobre Amor e Outras Coisas – Essa foi uma grata surpresa. Não sabia ao certo o que esperar, eles seguem uma linha que não costumo acompanhar e, no final das contas, mostraram um som profundo, com identidade, cativante em letras e harmonias. Segundo eles próprios, suas influências são Britrock, Tropicália, Folk e música mineira. Conheci ao vivo e na mesma noite passei a gostar. Uma das coisas mais legais no Rock reside nessa pluralidade, em todas essas possibilidades que podem nos agradar se tivermos a dignidade de praticarmos o que pregamos na cena: não conhece? Então ouça! Foi assim que coloquei mais essa banda brasileira em minhas playlists.

Mariachiis – O que dizer desses sujeitos pra lá de simpáticos que conseguem uma liga perfeita entre peso, lirismo e criatividade? Eles têm algo em suas músicas que evidencia a música enquanto veículo da Arte. As temáticas se mesclam cirurgicamente entre letras, batidas e riffs que nos deixam entre a curtição e a reflexão. E isso é maravilhoso. Como eles mesmos dizem: “Poesias urbanas e harmonias criativas. Diversion y Fúria!”

Asteroide Trio – “Garage Rock, Rockabilly, Psychobilly, Punk Rock, Surf Music, Quadrinhos Alternativos,
Filmes B…” – Olha, se isso não é um convite ao bom gosto, não sei o que poderia ser. Entre influências musicais e de cultura pop, o trabalho do trio cumpre a proposta, fazendo um som perfeitamente calibrado com para quem gosta de dançar ao som de um Rock retrô.

Dean Jones + Corazones Muertos – Jam Session especial pra fazer o Inferno Club tremer!

The Ace Of Spades Rock Party

Ace

A comemoração da The Ace Of Spades Rock Party ainda homenageia aquele que inspirou a festa, o eterno ícone Lemmy Kilmister, do Motörhead: será o lançamento do drink Lemmy, novo nome oficial do Jack N Coke, sua bebida favorita que vai estrear no cardápio do Inferno Club e já com promoção de Double Lemmy de 0h a 1h.
Também vai rolar o sorteio de uma tatuagem na Oval Tattoo no valor de R$ 200,00.

Serviço
Endereço: Rua Augusta, 501, Consolação, São Paulo.
Tel.: (11) 3120-4140.
Data: Sexta (11/03), a partir das 22h.
Lista até 0h: R$ 20,00 entrada ou R$ 40,00 consumação.
Lista após 0h: R$ 25,00 entrada ou R$ 50,00 consumação.
E-mail: lista@infernoclub.com.br (Assunto: Ace Of Spades).
Sem lista: R$ 30,00 entrada ou R$ 60,00 consumação.
Camarote Open Bar: R$ 65,00 (Reservas: lista@infernoclub.com.br).
(Atenção: Camarote Open Bar com promoção limitada a 40 pulseiras)
Apoio: Rádio Kiss FM.
– Aniversariante da semana e acompanhante são VIPs, e levando 15 convidados pagantes, ganha uma garrafa de vodka Skyy. Lista para lista@infernoclub.com.br até as 21h.
18+: Proibida a entrada de menores de 18 anos e pessoas sem documento de identificação original oficial e com foto recente.

Mais sobre as bandas:
https://www.facebook.com/ReverendoFrankenstein/
https://www.facebook.com/mariachiis/
https://www.facebook.com/saeoc
https://www.facebook.com/AsteroidesTrio/
https://www.facebook.com/corazonesmuertosband/
https://www.facebook.com/extremenoiseterroruk/

Fontes & Referências
http://www.infernoclub.com.br/
https://brancojukebox.wordpress.com/
http://www.desapimentado.blogspot.com.br/2016/03/inferno-club-celebra-the-ace-of-spades.html
http://saopaulotimes.r7.com/sp/newsdino/?title=festa-resgata-o-rock-autoral-na-cena-paulistana&partnerid=1275&releaseid=69407
http://www.fenaj.org.br/releases.php?title=festa-resgata-o-rock-autoral-na-cena-paulistana&partnerid=41&releaseId=69407
http://www.midiapaulistana.com.br/release/exibirrelease?title=festa-resgata-o-rock-autoral-na-cena-paulistana&partnerid=8&Id=69407
http://portal.comunique-se.com.br/index.php?title=festa-resgata-o-rock-autoral-na-cena-paulistana&partnerid=33&option=com_dino2&releaseid=69407
https://www.mundodomarketing.com.br/index.php/dino/release?title=festa-resgata-o-rock-autoral-na-cena-paulistana&partnerid=65&releaseid=69407
http://www.mancheteexpressa.com.br/release/exibirrelease?title=festa-resgata-o-rock-autoral-na-cena-paulistana&partnerid=52&Id=69407
http://www.pautacarioca.com.br/release/exibirrelease?title=festa-resgata-o-rock-autoral-na-cena-paulistana&partnerid=9&Id=69407
http://www.nordestenews.com.br/release/exibirrelease?title=festa-resgata-o-rock-autoral-na-cena-paulistana&partnerid=6&Id=69407
http://primeoffer.com.br/dino/festa-resgata-o-rock-autoral-na-cena-paulistana-69407.html
http://pordentrodeminas.com/newsdino/?title=festa-resgata-o-rock-autoral-na-cena-paulistana&partnerid=1345&releaseid=69407
http://www.cartajornal.com.br/release/exibirrelease?title=festa-resgata-o-rock-autoral-na-cena-paulistana&partnerid=7&Id=69407
https://www.facebook.com/Oval-Tattoos-463514293832434

Rebel Rebel – Festa inspirada em David Bowie é sensação em São Paulo

Contando com a participação dos DJs Rodrigo Branco (Kiss FM), Sammy Glitz, Humberto Luminati, Diego Barezi e Angelo Malka, balada com nome de música emblemática de David Bowie é a nova aposta do Inferno Club, nas noites da Rua Augusta, em São Paulo.

DJ Rodrigo Branco na festa Rebel Rebel

DJ Rodrigo Branco na Rebel Rebel (Foto: Cauê Andruskevicius)

A proposta dos DJs da Rebel Rebel, que já está em sua segunda edição, é agitar a noite com o que há de melhor no Rock e no Pop dos anos 80, mas também dos anos 70, 90 e 2000.
Seus sets combinados cobrem sucessos de artistas consagrados, como Ramones, James Brown, Sex Pistols, Iggy Pop, Joan Jett, The Killers, Amy Winehouse, The Smiths, Talking Heads, Arctic Monkeys, Joy Division, A-Ha, The Cure, AC/DC, Kiss, Madonna, REM, Duran Duran, Red Hot Chili Peppers, New Order, Blur, Guns N Roses, Camisa de Vênus, Bad Religion, Black Keys, The Clash, Depeche Mode, Capital Inicial, White Stripes, Bon Jovi, Legião Urbana, Kings Of Leon, Blondie, Green Day, Jet, QOTSA, Ira!, Stray Cats, U2, Michael Jackson e, naturalmente, o ícone e inspirador da festa: o saudoso e genial David Bowie.

Esses são alguns sons que fazem parte do repertório da Rebel Rebel, abrangendo quatro décadas de hits que marcaram época na história da música. Nesta edição, a Rebel Rebel ainda apresenta ao vivo a Classical Queen, uma fantástica banda tributo dedicada ao legado inesquecível do Queen.

Serviço
Endereço: Rua Augusta, 501, Consolação, São Paulo.
Tel.: (11) 3120-4140.
Data: Sábado (05/03), a partir das 23h30.
Lista até 1h: R$ 20,00 entrada ou R$ 40,00 consumo.
Lista após 1h: R$ 25,00 entrada ou R$ 50,00 consumo.
lista@infernoclub.com.br
Sem lista: R$ 30,00 entrada ou R$ 60,00 consumo
Camarote Open Bar R$ 70,00.
Reservas para Open Bar pelo e-mail: lista@infernoclub.com.br e no assunto: Open Rebel.
Apoio: Rádio Kiss FM.
Promoções
– Double Vodka: 23h30 – 1h
– Double Jager: 3h – 4h
– Aniversariante da semana e acompanhante são VIPs, e levando 15 convidados pagantes, ainda ganha uma garrafa de vodka Skyy. Lista para lista@infernoclub.com.br até as 21h.
Atenção: É proibida a entrada de menores de 18 anos (mesmo acompanhado dos pais). Necessária a apresentação de documento oficial original e com foto recente.


Fontes & Referências

REDENÇÃO” – Novo clipe da TREZZY

TREZZY - REDENÇÃO

Redenção

Quando uma banda foda faz questão de manter o padrão até em seus vídeos, o prazer ao curtir o trabalho dos caras é redobrado. E a Trezzy é uma das bandas brasileiras que melhor se encaixa nessa categoria: músicas, letras e vídeos que realmente se completam e dizem algo.

Com as recentes mudanças na formação (no baixo, saiu Henrique Baboom e entrou Rodrigo Cascelli; na guitarra, saiu Jack Fahrer e entrou Alexandre Novaes) é interessante ver que a dinâmica interna está preservada. Aliás, essas mudanças foram exemplarmente amistosas, com demonstrações públicas de Amor e Respeito entre seus integrantes, algo que valorizo demais e não poderia deixar de citar. No clipe ainda vemos o Jack e o Rodrigo já integrado como um novo “Trezzie”.

Psycho Clown

Psycho Clown

Já escrevi algumas vezes sobre eles e sei que falar bem de suas músicas e clipes é chover no molhado, mas preciso fazer isso, pois a Trezzy mantém o naipe alto de sempre: produção impecável, conceito visual bem estruturado e, musicalmente, performances individuais onde todos se completam, entregando um som coeso, extremamente bem feito e pronto para chamar atenção no melhor sentido possível.

Psycho Clown da banda Trezzy

Psycho Clown – Trezzy

E por falar em conceito visual bem estruturado, o palhaço assustador continua rondando seus clipes – personificado por Ma Giovananni, organizador do Base Rock (movimento de bandas autorais do qual a Trezzy faz parte – coloquei links ao final da matéria para quem não conhece) e um dos sujeitos mais figuras que conheço dentro da cena Rock. Não lembro de ver alguém dar nome ao personagem, mas acho que já está merecendo. Quando escrevo ou comento com alguém, sempre me refiro a ele como “Psycho Clown”. Acho muito foda a ideia desse palhaço, que é claramente uma assinatura do Joonior Joe, vocalista e fã mais que declarado dessa temática.

Tocando novamente na questão musical o que ainda preciso muito dizer é: puta que pariu, viu? Que vibe perfeita, que equação musical incrível vocês continuam sendo, Trezzy! Típica banda em que aperto o play sem receio, confiante de que sempre vem coisa boa.

Pra finalizar, sobre o vídeo, o 4º feito pela banda, a produção e idealização é da própria Trezzy com a Foggy Filmes, sob direção de Junior Carelli e Rudge Campos. O trabalho de maquiagem (que eu também gostei demais) é da Niandra Costa. Agora chega de papo e vamos ao que interessa.

Fontes & Referências
https://www.facebook.com/trezzypage
https://rockuniverse.wordpress.com/tag/base-rock/
http://www.baserock.com.br/
https://www.facebook.com/baserock.sp/

Cracker Blues  –  Uma Encruzilhada entre o Blues, o Rock, o Paraíso e o Inferno

Mais uma daquelas bandas que eu adoro e ninguém sabe. Até troco ideia vez por outra com o vocalista pelo Facebook, mas ele nem desconfia do quanto curto o som que fazem – bom, agora vai saber. Mais uma que tem rascunho salvo no Rock Universe e que finalmente tomo vergonha na cara, finalizo e publico.

Cracker Blues - Prata do CarrascoConheci o som da Cracker Blues em 2012. Um formato de Blues que me chamou a atenção desde o começo. Arranjos e letras que me dizem respeito e o principal: sinceridade artística. Quando eu ouço esse quarteto, bate uma saudade tremenda da época em que eu ainda tocava. Principalmente das trocentas jams de Blues com amigos, professores e conhecidos. Pouco antes de parar de tocar, entre outros sons, eu ficava viajando em letras e slides em um dos meus violões, justamente um que soava melhor com cordas de aço. Durante esse período, eu praticamente não ligava mais a guitarra, apenas fazia um rodízio de violões de Blues e Flamenco, sendo esses dois estilos verdadeiras orações diárias (ok, rolavam outros sons aqui e ali, principalmente músicas folclóricas de outras partes do mundo).

Era uma tentativa ainda imatura (e bastante pretensiosa, convenhamos) de soar cru, reverenciando os grandes Mestres do Blues, lá do começo da história. Até uma modesta coleção de gaitas eu tive, com as quais ao menos o básico aprendi. Bom, o fato é que a Cracker Blues me passa esse sentimento, reacende essa lembrança. Eu ouço agradecendo.

Do próprio Facebook da banda: “(…) Elementos do Blues Texano de ZZ Top, do Boogie de John Lee Hooker e do Rock Sulista de Lynyrd Skynyrd, unidos a poderosos riffs de slide guitar e letras marcantes criam características únicas na sonoridade da banda. Desde 1999, formada em São Paulo e se apresentando em grandes eventos e casas, como a Virada Cultural (SP), Credicard Hall (abrindo o show para o Creedence Clearwater Revisited), Bourbon Street Music Club (SP), Festival Roça ‘N’ Roll (MG) (…)”


O primeiro álbum da banda, “Entre o México e o Inferno” (2009), pega pelo pé e pela alma do início ao fim. De “Bolero Maldito” a “Oração para um Ordinário”, são 11 faixas transbordando Blues de gente grande.

Cracker Blues - Entre o México e o Inferno1. Bolero Maldito
2. Whisky Cabrón
3. Velha Tatuagem
4. Sangue de Segunda
5. Blues do Inimigo
6. Nascido em São Paulo
7. Tinhoso
8. Charles Bronson Blues
9. Que o Diabo lhe Carregue
10. Blues 56 – Lobo do Mar
11. Oração para um Ordinário


E o segundo, “Prata do Carrasco” (2014), não fica nadinha atrás. Nada mesmo. A atmosfera do primeiro disco continua lá, mas fiquei com a sensação de que o Blues deles está com um veneno um pouco mais Rock N Roll.

Cracker Blues - Prata do Carrasco

Cracker Blues – Prata do Carrasco

1. Trem do Inferno ao Paraguai; 2. Canto Obscuro de Um Bar; 3. Chorando Sobre Cafeína; 4. Toada Para o Cão Ernesto; 5. Caveira Chicana; 6. A Discreta Arte do Mau Olhado; 7. Lágrima Para Ernest Borgnine; 8. Jaula Enferrujada; 9. O Chão Sob Minhas Botas; 10. Óleo; 11. Ciganos Velhos e Músicas Tristes.

As letras inteligentes do vocalista e gaitista Paulo Coruja tem uma pegada densa, pode-se dizer até meio malvada. São realmente letras de um homem do Blues, não de alguém tentando soar Blues, você sente a energia, um sentimento bruto e legítimo. Coruja tem a voz perfeita para o estilo, com os drives certos, sob medida (drives esses que domina muito bem, diga-se de passagem) e feeling de sobra, o que explica uma boa parte do talento na gaita – aliás, que bom gosto ele tem no instrumento. O guitarrista, Marceleza Bottleneck, conhece as melhores rotas dentro de cada música, com riffs e solos inspiradíssimos, que conversam com a harmonia sem dificuldade. As linhas de baixo de Paulo Krüger e as escolhas do baterista Jeferson Gaucho, fazem a cozinha da Cracker Blues nada menos que perfeita, não pecam nem por falta e nem pelo excesso. Pode parecer bobagem e básico, mas presto muita atenção em bandas nas quais cada um sabe usar o seu espaço da melhor maneira, não simplesmente disputando espaço com seus companheiros de banda. Um riff, uma batida, um compasso bem aproveitado dizem muito mais do que se imagina sobre a química entre os músicos.

Recentemente eles passaram a integrar o Base Rock. Quando topei com Ma Giovananni, idealizador e produtor do projeto, fiz questão de parabenizá-lo, fiquei muito feliz ao saber desse tremendo reforço – que contou também com a adesão da Desert Dance, outra puta banda que conheci pelo Facebook do Ricardo Batalha, da revista Roadie Crew.

Entre bandas, projetos, blogs, revistas e noites no bar (como diria o pessoal do Mattilha), vamos tropeçando uns nos outros por mil caminhos, levando nosso estilo de vida adiante, tentando fazer alguma coisa, qualquer coisa ao longo da estrada. É dessas encruzilhadas que se vive o Rock N Roll. E, sem sombra de dúvida, também o Blues.

Fontes e Referências: http://crackerblues.com.br/
https://www.facebook.com/crackerbluesoficial
https://www.facebook.com/baserock.sp
http://www.baserock.com.br/

5º The Ace Of Spades Rock Party: ALETRIX & EMICAELI
5_The_Ace_Of_Spades_Rock_Party_Aletrix_Emicaeli_Rodrigo_Branco

Vocês se lembram quando não era raro e muito menos crime o Rock ter letras inteligentes e engraçadas, aliadas a harmonias e arranjos muito bem pensados? Felizmente ainda há músicos de atitude que não pensam que o Rock só pode girar em torno de capetas, pentagramas e mais capetas. Inteligência e humor estão presentes em todas as músicas.

ALETRIX – Sério, eu quase passei mal de tanto rir com algumas letras, muito engraçadas mesmo. E o lado musical não fica nada atrás, muito pelo contrário! Como está no próprio Facebook do Aletrix: Post-Punk, 90’s Indie, Rockabilly. E Pop Barroco. Olha, ele que colocou essa última influência lá e eu fiz questão de repetir para vocês terem uma breve noção da loucura reinante na cabeça do talentosíssimo Ale – vocalista, guitarrista, compositor e multi-pirado que empresta seu apelido à banda. Não é por acaso que seu disco foi considerado um dos melhores do ano quando foi lançado. Os elementos que mais me chamaram a atenção, foram realmente algo transita entre o Pós-Punk e o Rock Alternativo dos anos 90.

10405606_254923158047200_4201549150735628707_nConversei com o Aletrix brevemente numa outra edição do The Ace Of Spades Rock Party (ele foi prestigiar outras bandas e fui apresentando a ele pelo próprio Rodrigo) e o sujeito é simplesmente um dos músicos mais simpáticos e divertidos que já tive a chance conversar na noite. Em outro momento vou falar do seu trabalho com mais detalhes. Bom, alternando entre momentos pesados e outros mais leves, essa é uma das melhores músicas e uma das mais letras mais engraçadas do disco Herpes Aos Hipsters: Ele É Mais Qualificado.

EMICAELI – A banda completa a noite com seus quase 20 anos de Rock experimental, mesclando Metal, Grunge e Punk numa tremenda porrada sonora. Todo esse experimentalismo, temperado com improvisos e peso, conferem uma identidade bastante interessante à banda. Parece que você está num carro a 400km/h e o mundo todo lá fora em câmera lenta. E pelo que pude perceber, a estrada da banda já os levou para fora do Brasil, tocando em alguns shows na Europa. Pelo visto vai ser uma noite bem original no The Ace Of Spades Rock Party. ROCK ON!

THE ACE OF SPADES ROCK PARTY
https://www.facebook.com/theaceofspadesrockparty
Discotecagem com Rodrigo Branco (DJ, locutor, apresentador e produtor da Rádio KISS FM)
Matéria sobre a festa no blog do Rodrigo: https://brancojukebox.wordpress.com/2015/03/04/fortalecendo-a-cena-sexta-tem-mais/
ALETRIX: https://www.facebook.com/AletrixOficial
EMICAELI: https://www.facebook.com/emicaeli
SPADES CAFÉ SP
Rua Augusta, 339
https://www.facebook.com/spadescafesp
Sexta, 06/03
A partir das 23h30
Entrada R$ 15,00 (Mulheres VIP até 1h)
Evento: https://www.facebook.com/events/887939491251521/

The Ace Of Spades Rock Party com as bandas ANTIOXIDANTE e H-521

the-ace-of-spades-rock-party-1

A edição da festa chegou e segue firme apenas com bandas autorais que representam toda a garra da cena Rock no Brasil. Aliás, sobram ótimas bandas autorais com força, qualidade e determinação no país, justiça seja feita. Nessa nova edição da festa do DJ Rodrigo Branco (Locutor/Produtor da Kiss FM), o Spades Café SP cede seu espaço para mais dois nomes do universo Punk Rock e HardCore na Rua Augusta: Antioxidante e H-521.

ANTIOXIDANTE

1175415_559859824068079_148674395_n

Do próprio Facebook da banda: “Formada em 2007, em Mogi das Cruzes, a banda AntiOxidante conta com Digão na guitarra e vocal, Ricardo ‘Cupim’ na batera/backing vocals e Flávio ‘Tio Chico’ no baixo e vocal. O grupo já abriu show do Paralamas do Sucesso, 365 e Inocentes, no projeto Rock nos Trilhos, da CPTM.

Em seu repertório, o som é inspirado em bandas dos anos 80/90 e 2000, com letras que refletem sobre o cotidiano da sociedade brasileira.

H-521

10401990_614067792024829_8481267334410518689_n

Direto do Facebook da banda: “Formada em meados de 1999, a banda H-521, surgiu fazendo covers de Rock Nacional, mas sentindo-se maduros e com qualidade musical suficiente, a banda deu início em 2004 a composições próprias no estilo Hardcore. Assim, determinado seu estilo musical e compostas algumas letras, a banda deu início a mais um desafio: a propagação de suas músicas e sua trajetória em shows. Iniciaram o projeto do seu primeiro CD, com a JT Records, no álbum chamado NADA PODE NOS PARAR, tendo como música de trabalho a faixa TRAUMA.

Desde então, H-521, continua a correr atrás dos seus objetivos, cantar, tocar e transmitir um HardCore com seu diferencial único, apenas inovando a raíz do HardCore Old School.

Como podem perceber, são bandas que estão correndo atrás e não estão brincando de fazer música. Completa a noite, logicamente, a discotecagem do experiente Rodrigo Branco, que conhece todos os lados do Rock das últimas décadas e não se prende ao lugar comum.

spadesSPADES CAFÉ
Rua Augusta, 339.
Sexta, 20/02/15.
A partir das 23h30.
Entrada: R$ 15,00.
Mulheres entram VIP até 1h.

Fontes & Referências
Deu Branco: https://brancojukebox.wordpress.com/2015/02/19/hey-ho-lets-go-2/
Spade Cafe SP: https://pt-br.facebook.com/spadescafesp
AntiOxidante: https://www.facebook.com/AntiOxidante.oficial
H-521: https://www.facebook.com/pages/BANDA-H-521/150297268401886
Facebook do Evento: https://www.facebook.com/events/1423363737956817/

My Shadow, My Dear Friend”  –  SYREN (Lyric Video, Art & New Album)

MOTORDEVIL, novo disco da SYREN

Capa do novo álbum: MOTORDEVIL

 Nunca mais falei de Metal Brasil aqui no Rock Universe e me dei conta disso tem uns poucos dias, soterrado de pautas que estava e ainda estou. Então vamos voltar em grande estilo: o grupo carioca SYREN disponibilizou a primeira música de seu segundo álbum que será lançado agora, em fevereiro/2015, com o sugestivo nome de MOTORDEVIL!

Apenas para atualizar os fãs da banda (dentre os quais me incluo, porque PQP que som foda): o baixista Bruno Coe foi embora para o Canadá e em seu lugar entrou Mauricio Martins, irmão do batera Julio Martins.

Mas retomando o assunto principal, a capa do novo disco foi criada pelo artista Antônio César da Not A Pipe Studio – o mesmo que reformulou a identidade visual da banda e fez toda a arte interna do seu primeiro álbum, Heavy Metal. E para dar um teaser do novo álbum, um lyric video do primeiro single foi criado por Julio Martins (sim, o baterista da própria SYREN) para apresentar ao mundo mais essa porrada no cérebro do Metal Nacional. 

Eu poderia ficar aqui falando do som, do baixo e da bateria de pegada forte e perfeitamente sincronizados, da produção, das guitarras destruidoras de Guilherme De Siervi, das harmonias, do vocal SEMPRE incrivelmente avassalador de Luiz Syren, mas numa boa? Aperta o play aí e… ROCK ON!

Fontes & Referências:
http://www.officialsyren.com/
http://www.metalmedia.com.br/syren/
https://www.facebook.com/Syrenmetalband
http://notapipestudio.com/