Posts Tagged ‘Phil Campbell’

“Fast” Eddie Clarke, ex-guitarrista do Motörhead e Fastway, faleceu ontem, 10 de janeiro, aos 67 anos, após uma batalha contra a pneumonia. Clarke integrou o Motörhead entre os anos de 1976…

via Morre Fast Eddie Clarke, ex-guitarrista do Motörhead e Fastway — Rockarama

Advertisements

“When The Sky Comes Looking For You” – Motörhead

When The Sky Comes Looking For You - Motörhead

O biker macabro do clipe mostrando que é bom no carteado

Por pouco quase deixo passar esse presentão de Natal do Papai Lemmy Kilmister – que, por uma ironia do destino, nasceu justamente em 24 de dezembro. Vou encurtar ao máximo: é tudo muito foda. A música e o vídeo.

Black Magic - Motörhead

Black Magic – Motörhead

A música porque é aquilo que já esperamos do Motörhead, mas com uma sensação revigorada (a despeito da saúde de Lemmy não andar lá essas coisas), não sei ao certo. O vídeo porque foi dirigido por Pep Bonet, um fotógrafo profissional fantástico que trabalha com a banda desde 2008, responsável pelo livro de fotos do trio, Röadkill.

O clipe – logicamente muitíssimo bem produzido – é praticamente um curta com um biker meio… perigoso. Uma curiosidade sobre os supostos atores: o cast foi resultado de um recrutamento de fãs online que quisessem participar.

Motörhead, Bad Magic, When The Sky Comes Looking For You

“When The Sky Comes Looking For You” – Black Magic, Track 12

O resto só dando play mesmo. Muito cuidado com quem você resolve trapacear no jogo, porque nem todo quieto e calado é otário como você pensa. E nem sempre você vai poder cobrir a aposta.

Fontes:
http://www.imotorhead.com/
http://www.blabbermouth.net/
http://www.rollingstone.com/
http://pepbonet.com/

É isso mesmo: Lemmy resolveu liberar na íntegra o novo disco do Motörhead uma semana antes do seu lançamento oficial.

Capa Aftershock do Motörhead

Motörhead: Aftershock

O álbum não será lançado até 22/10/2013. Mas como Lemmy quer mostrar que é um pai gente fina, resolveu aliviar nossa ansiedade. Não é porque sou fã, mas PUTA QUE PARIU, que som é esse??? Que aula humilhante de Rock ´N Roll. Sem falar que Lost Woman Blues é um puta de um Blues, que nossa…

Falando nisso, conheçam as 13 faixas que compõem Aftershock:

1. “Heartbreaker” (3:05)
2. “Coup De Grace” (3:45)
3. “Lost Woman Blues” (4:09)
4. “End Of Time” (3:17)
5. “Do You Believe” (2:59) 

Motörhead 2013

Motörhead 2013

6. “Death Machine” (2:37) 
7. “Dust And Glass” (2:51) 
8. “Going To Mexico” (2:51) 
9. “Silence When You Speak To Me” (4:30)
10. “Crying Shame” (4:28)
11. “Queen Of The Damned” (2:41)
12. “Knife” (2:57)
13. “Keep Your Powder Dry” (3:54)
14. “Paralyzed” (2:50 ) 

Canta, toca, compõe, é uma lenda vida do Rock e ainda coloca o dedo na nossa cara e fala: “Aprendam como se faz, bando de pirralhos…”. Bom, chega de conversa. Acessem o link para conhecer o mais recente massacre sonoro do Motörhead, Aftershock: http://music.yahoo.com/blogs/stop-the-presses/hear-first-mot%C3%B6rhead-album-aftershock-155949808.html

Fontes: http://imotorhead.com/
https://www.facebook.com/OfficialLemmy
https://www.facebook.com/OfficialMotorhead
http://music.yahoo.com/

Love Me ForeverLemmyDoro Pesch

Lemmy & Doro Pesch: Thunder & Lightning

Há duetos e Duetos, tanto quanto há vocalistas e Vocalistas. Alguns duetos são bons, outros excelentes, mas quando se trata de lendas vivas do Rock, absolutamente todo e qualquer adjetivo perde força e importância diante daquilo que se desdobra e toma proporções titânicas em composições, gravações e principalmente nos palcos. “General” Ian Fraser “Lemmy” Kilmister e Sua Majestade, a eterna Metal Queen, Dorothee “Doro” Pesch, que o digam.

Doro Pesch por si só “devora” sua audiência impiedosamente em seus shows, em todas as suas performances. Uma mulher que personifica o Metal como poucos mortais, deixando até os mais arrogantes marmanjos com a estranha sensação de que não entendem praticamente nada do estilo. Lemmy, por sua vez, arrebenta nossas cabeças em suas aparições ao vivo, como se quisesse ter certeza de que estamos “entendendo” do que se trata a essência do Rock ´N Roll como um todo, não apenas se valendo de baixo, guitarra, bateria e voz, mas principalmente de atitude dentro e fora dos palcos.

Love Me Forever  trata-se da 6ª faixa do 9º disco do Motörhead, o impressionante 1916  (lançado em 1991). A formação da banda nesse álbum conta com Phil Campbell e Würzel nas guitarras, Phil “Philthy Animal” Taylor na bateria (exceto na faixa-título, 1916), além do próprio Mr. Motörhead, LemmyEu achava que era quase uma impossibilidade haver uma balada verdadeiramente perversa. Até ouvir o que vocês assistirão no dueto logo abaixo:

Love Me Forever Lemmy & Doro Pesch (Official Video)

“Love me or leave me, tell me no lies,
Ask me no questions, send me no spies,
You know love´s a thief, steal your heart in the night,
Slip through your fingers, you best hold on tight…

Fontes: Coleção particular e http://www.imotorhead.com/ & http://www.doropesch.com/